Antes e Depois: Lua de Cristal (1990)

0 Flares Filament.io 0 Flares ×

Já está na hora de apresentar um clássico brasileiro que ficou na memória dos baixinhos quando passava na Sessão da Tarde: Lua de Cristal, o maior sucesso da carreira da Xuxa que levou mais de cinco milhões aos cinemas, já completa 25 anos.

Sinopse: Maria da Graça (Xuxa Meneghel) chega à cidade grande para morar com sua tia Zuleika (Marilu Bueno) e seus primos Mauricinho (Avelar Love) e Cidinha (Júlia Lemmertz). O trio vive atormentando sua vida, fazendo-a trabalhar incansavelmente na casa em que moram. Em meio aos problemas que têm em casa, Maria da Graça conhece Duda, sua vizinha, e Bob (Sérgio Mallandro), um jovem desajeitado, e se tornam seus amigos. Bob consegue um emprego para Maria da Graça, que pode então realizar seu grande sonho: ter aulas de canto.

Curiosidades
– Foi recordista de bilheteria nacional no fim de semana de estreia, com 920 mil espectadores.
– Teve a maior bilheteria do cinema nacional nos anos 90.
– Um quilo de alimento dava direito a um ingresso para a estreia, que arrecadou 450 toneladas de alimentos para uma campanha da LBA, Legião Brasileira de Assistência.
– Marlene Mattos, a empresária da Xuxa naquela época, foi citada duas vezes no filme.
– Nesse ano, a UNIRIO vai adaptar o filme para os palcos, em formato de musical.

Xuxa Meneghel como Maria da Graça
Idade na produção: 27 anos
Idade atual: 52 anos

Antes do filme: Iniciou a carreira como modelo, já foi capa de diversas capas, incluindo a Playboy. Namorava o ex-jogador Pelé que a ajudou mais visibilidade na mídia. Iniciou o trabalho de atriz no cinema com filme voltado para público adulto Amor, Estranho Amor (1982), qual a Xuxa gravou cenas de sexo com um menino de 12 anos. Mais tarde, devido a evolução do trabalho para público infantil, ela conseguiu a justiça que o filme fosse retirado do mercado. Em 1983, foi convidada a apresentar o programa infantil Clube da Criança, da extinta Rede Manchete. Logo embarcou em seus primeiros álbuns de estúdio Clube da Criança e Xuxa e seus Amigos. Participou nos filmes com os Trapalhões como O Trapalhão na Arca de Noé (1983), Os Trapalhões e o Mágico de Oróz (1984) e Os Trapalhões no Reino da Fantasia (1985). Em 1986, mudou para Rede Globo para apresentar Xou da Xuxa, que marcou uma geração relembrada por milhões de jovens brasileiros. Com os álbuns da coleção Xou da Xuxa, alcançou o sucesso com vendagens significativas. Estrelou seus próprios filmes Super Xuxa Contra Baixo Astral (1988) e A Princesa Xuxa e os Trapalhões (1989). Gravou o disco em espanhol Xuxa (1989) que foi lançada para toda a América Latina, Estados Unidos, Espanha e Portugal.
Depois do filme: Apareceu mais um filme com os Trapalhões em O Mistério de Robin Hood (1990). O sucesso do Xou da Xuxa levou a apresentadora para exterior, apresentou em língua espanhola El Show de Xuxa (1991-1993), produzida em Argentina e exibida para Chile, México e outros 16 países da América Latina, e também a rede Univisión para EUA. Xuxa apresentou Xuxa Park (1992), da rede espanhola Telecinco, e Xuxa (1993), da televisão americana . Em 1994, estreia o Xuxa Park, que marca a volta de Xuxa à TV brasileira e se torna um grande sucesso entre o público infantil, exibido aos sábados. Estrelou os filmes como Xuxa Requebra (1999), Xuxa Popstar (2000), Xuxa e os Duendes (2001). No ano 2000, lançou a série audiovisual Xuxa Só para Baixinhos que se transformou em um ícone no mercado infantil brasileiro, com 12 edições, além de três DVDs com registros de shows e quatro opções de boxes com coleções, e dois Grammy Latino por Xuxa Só Para Baixinhos 2 (2002) e Xuxa Só para Baixinhos 3 (2003), apesar de  ser indicado por mais quatro vezes. Em 2001, um incêndio destruiu todo o cenário do programa Xuxa Park, que deixou 26 feridos com queimaduras, a Xuxa saiu ilesa, mas o programa foi retirado da grade de programação. Os outros filmes que ela protanizou foram Xuxa e os Duendes 2 – No Caminho das Fadas (2002), Xuxa Abracadabra (2003), Xuxa e o Tesouro da Cidade Perdida (2004), Xuxinha e Guto contra os Monstros do Espaço (2005), Xuxa Gêmeas (2006), Xuxa em Sonho de Menina (2007). Ela apresentou diversos programas como Xuxa Hits (1995-1996), Planeta Xuxa (1997-2002), Xuxa no Mundo da Imaginação (2002-2004), passou por dificuldades para se manter na liderança com seu programa infantil na Globo, foi convencida para mudar o público na TV com seu programa TV Xuxa (2005-2014), voltado para toda a família. Estrelou o filme com sua filha Sasha em Xuxa em o Mistério de Feiruinha (2009). Em dezembro de 2014, após 29 anos de Rede Globo, Xuxa rompeu amigavelmente com a emissora. Em fevereiro de 2015, assinou contrato com a Rede Record e o programa Xuxa Meneghel foi lançado no segundo semestre.

Sérgio Mallandro como Bob
Idade na produção: 35 anos
Idade atual: 60 anos
Antes do filme: Foi descoberto por Silvio Santos, que o colocou em alguns quadros de seu programa dominical Cidade contra Cidade (1981). Com a inauguração do SBT, Mallandro participou no programa O Povo na TV (1981-84) e foi jurado em Show de Calouros (1981-90), seu jeito moleque conquistou grande sucesso. No cinema, ele participou nos filmes Menino do Rio (1981), O Trapalhão na Arca de Noé (1983), Garota Dourada (1984) e protagonizou seu próprio As Aventuras de Sérgio Mallandro (1985), que contou com Pedro de Lara, Mara Maravilha e Alexandre Frota. Apresentou o programa infantil Oradukapeta (1987-90), da SBT, onde teve a famosa atração Porta dos Desesperados, que os participantes escolhiam entre três portas, sendo que atrás de uma delas havia prêmios de brinquedos, bicicletas e outras coisas e nas outras haviam monstros fantasiados. Saiu da SBT para Rede Globo, participou como aluno no programa Escolinha do Professor Raimundo (1990) e apresentou o Show do Mallandro (1990-93).

Depois do filme: Protagonizou os filmes Sonho de Verão (1990) e Inspetor Faustão e o Mallandro (1991). Em 1993, saiu da Globo e foi para CNT onde apresentou Tudo por Brinquedo, mas após alguns problemas, no ano seguinte retornou ao SBT com Programa Sérgio Mallandro onde ficou até 1996. Na Rede Manchete e na TV Gazeta, apresentou os programas Festa do Mallandro (1997), Allegria Geral (2000-01), Muleke Mallandro (2001-02), Gallera do Mallandro (2004) e Programa Sérgio Mallandro (2003). Consagrado como ícone cult, participou de diversas festas que relembram os anos 1980, e também sendo patrono de diversas turmas universitárias, que resgatam seu ídolo de infância para animar formaturas e fazer discursos. Foi homenageado pelo diretor de cinema André Moraes em curta-metragem Ópera do Mallandro (2007) que contou as participações dos atores Lázaro Ramos, Wagner Moura, Lucio Mauro Filho, Taís Araújo, Luciano Szafir, Ângelo Paes Leme, além do próprio Mallandro e do seu filho mais velho, Sérgio Tadeu. Participou nas cenas da novela Bela a Feia (2009), da TV Record. Em 2010, foi um dos participantes da terceira edição do reality show A Fazenda, e foi quarto eliminado. Participou no filme Muita Calma Nessa Hora (2010). Em 2012, no canal Multishow, apresenta o reality show Vida de Mallandro, que mostra sua rotina, e o talk show Papo de Mallandro.

Duda Little como Duda
Idade na produção: 11 anos
Idade atual: 35 anos

Antes do filme: Iniciou sua carreira fazendo comerciais aos seis anos. Aos oito, se tornou repórter mirim do programa Xou da Xuxa, da Rede Globo. Apareceu no filme Super Xuxa Contra o Baixo Astral (1988).
Depois do filme: Participou no programa Os Trapalhões (1990-91) e nos filmes O Mistério de Robin Hood (1990) e Os Trapalhões e a Árvore da Juventude (1991). Apresentou o seu programa Dudalegria (1992-96), da extinta Rede Manchete. Em 2010, apareceu no programa TV Xuxa para reencontrar a apresentadora que não se veem cerca de 15 anos. No ano passado, apareceu no programa Mais Você, do qual é editora-chefe atualmente, contando sua trajetória como atriz mirim.

Avellar Love como Mauricinho

Antes do filme: Um dos vocalistas da banda João Penca e Seus Miquinhos Amestrados, suas músicas mais famosas foram Calúnias (Telma, Eu Não Sou Gay), Lágrimas de Crocodilo, Romance em Alto Mar, Matinê no Rian (tema de abertura da novela O Sexo dos Anjos), Papa Umama, S.O.S. Miquinhos e Pop Star. A banda criou a abertura do programa Milk Shake (1988-92), apresentado por Angélica na extinta TV Manchete. Seus discos de grande sucesso foram Cantando no Banheiro e Brega Chique. Os outros foram Okay My Gay (1986), Além da Alienação (1988) e Sucesso do Inconsciente (1989).
Depois do filme: A banda lançou mais um disco Cem Anos de Rock ‘n Roll (1991) e seu primeiro CD do grupo A Festa dos Micos (1993). Em 1996, o grupo gravou uma versão do Hino do Clube Atlético Mineiro para um CD que foi lançado pela revista Placar. Em 2000 saiu uma coletânea em CD da linha Hot 20. Da segunda metade dos anos 90 até meados de 2007, a banda esteve inativa, os membros seguiram suas carreiras pessoais e participaram de eventos isolados. Avellar chegou a formar a banda Gorillas Selvagens e outras aparições esporádicas. Em 2007, a banda se reuniu e voltou a fazer shows, chegaram a ter a música Sol, Som, Surf e Sal na novela Três Irmãs (2008), que já tinha sido gravada anos atrás mas nunca foi lançada. Em dezembro de 2008, fizeram um show no Rio de Janeiro de gravação do primeiro DVD, mas poucas semanas depois a banda voltou a se desfazer e o projeto foi arquivado.

Júlia Lemmertz como Lidinha
Idade na produção: 27 anos
Idade atual: 52 anos

Antes do filme: Filha dos atores, sua estreia de atriz foi no filme As Amorosas (1968), ao lado da sua mãe Lílian Lemmertz. Atuou no filme Cordélia, Cordélia (1971). Fez sua estreia televisiva como uma das protagonistas da novela Os Adolescentes (1981), da Rede Bandeirantes. Depois participou das novelas dessa emissora Ninho da Serpente (1982) e Sabor de Mel (1983). Foi para Rede Globo participando nas novelas Eu Prometo (1983) e Amor com Amor se Paga (1984) e nos minisséries Moinhos de Vento (1983) e Tenda dos Milagres (1985). Em 1986, se mudou para extinta Rede Manchete onde co-protagonizou a novela Mania de Querer. No cinema, sua atuação no filme A Cor do Seu Destino (1986) foi premiada no Festival de Brasília. Participou nas novelas Carmen (1987), Kananga do Japão (1989) e minissérie Mãe de Santo (1990).
Depois do filme: Protagonizou a minissérie Na Rede de Intrigas (1991) e as novelas Amazônia (1991) e Guerra sem Fim (1993) onde se conheceu seu marido Alexandre Borges. Nos anos 90, voltou-se mais para o cinema, atuando em filmes como Jenipapo (1995). Em 1996, retornou à Globo, na qual emissora permanece até hoje. Seus currículos da TV incluem Quem é Você (1996), Zazá (1997), Andando nas Nuvens (1999), Porto dos Milagres (2001), O Beijo do Vampiro (2002), Celebridade (2003), Alma Gêmea (2005), JK (2006), Amazônia, de Galvez a Chico Mendes (2007), Araguaia (2010), Fina Estampa (2011), Em Família (2014) e Além do Tempo (2015). No cinema, seus trabalhos incluem A Hora Mágica (1998), Até que a Vida nos Separe (1999), Tiradentes (1999), Acquária (2003), As Três Marias (2003), Jogo Subterrâneo (2005), Gatão de Meia Idade (2006), Meu Nome Não é Johnny (2008) e Do Começo ao Fim (2009).

Marilu Bueno como Zuleika
Idade na produção: 50 anos
Idade atual: 75 anos

Antes do filme: Fez sua primeira aparição no filme O Cupim (1960). Na Rede Globo, ela participou nas novelas O Bofe (1972), O Noviço (1975), Estúpido Cupido (1976), Sem Lenço, Sem Documento (1977), Guerra dos Sexos (1983), Partido Alto (1984) e A Gata Comeu (1985) e no programa Chico Anysio Show (1982). Foi para extinta Rede Manchete onde apareceu nas novelas Dona Beija (1986), Tudo ou Nada (1986) e minissérie A Rainha da Vida (1987). Retornou à Globo atuando nas minisséries O Primo Basílio (1988) e República (1989). Apareceu no filme Dias Melhores Virão (1989).
Depois do filme: Participou no programa Escolinha do Professor Raimundo (1990) e nas novelas De Corpo e Alma (1992), Quatro por Quatro (1994) e O Fim do Mundo (1996). Ficou mais conhecida como Fada Margarida no programa da Angélica chamado Caça Talentos (1996). Apareceu nas minisséries Brava Gente (2000) e O Quinto dos Infernos (2002), nas novelas Kubanacan (2003) e Da Cor do Pecado (2004) e a série Sítio do Picapau Amarelo (2005). Foi para Rede Record onde atuou nas novelas Bicho do Mato (2006) e Chamas da Vida (2008). Voltou para Globo aparecendo nas novelas Guerra dos Sexos (2012) e Alto Astral (2014).

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Filament.io 0 Flares ×